Primeira ação do Novembro Azul contou com 80 atendimentos urológicos para a população da zona sul de Patos

A Unidade Básica de Saúde Aderbal Martins, localizada no Monte Castelo, zona sul de Patos, ficou pequena para a quantidade de homens que foram cuidar de sua saúde. A primeira ação da campanha Novembro Azul contou com dois clínicos gerais e um médico urologista para atender aos homens na prevenção do Câncer de Próstata e da saúde do homem em geral. Ao todo, foram 75 atendimentos.

Na ocasião, o fisioterapeuta, Ivson Guedes, ministrou uma palestra sobre a saúde do homem em geral e os cuidados básicos no dia a dia. “Abordamos assuntos referentes às lesões repetitivas que homens sofrem durante a jornada de trabalho e o que pode ser feito e evitado para tentar garantir uma melhor qualidade de vida para esse público”, disse.

O médico clínico geral, Dr Enielton Dias, falou sobre a importância de cuidar da saúde de um modo geral e que é necessário quebrar o preconceito quando se fala em prevenção ao Câncer de Próstata. “A campanha Novembro Azul tem uma grande importância justamente pela resistência que os homens têm em relação ao atendimento médico, principalmente pelo preconceito em relação ao exame do toque, mas isso deve ser quebrado uma vez que tratamos da saúde do homem e a campanha vem pra trazer essa conscientização”, destacou.

A secretária de Saúde, Andressa Lopes, lembrou de que o mês de novembro vem para trazer a conscientização sobre a saúde do homem, com a campanha Novembro Azul, mas que a prevenção deve ser feita durante o ano inteiro. Ela ainda destacou que a Secretaria, através do Laboratório Municipal, está oferecendo exames de Antígeno Prostático Específico, (PSA), que sinaliza o Câncer de Próstata, por demanda espontânea, o que significa que aqueles que tiverem interesse em fazer seu exame, basta levar a requisição médica para garantir o atendimento e o resultado sai em até 24h.

O participante da ação, Francisco Ribeiro, atento à palestra e após o atendimento médico, comentou a importância desse tipo de ação promovida pela Secretaria para que os homens parem para cuidar da saúde, uma vez que a grande maioria desse público não se preocupa muito com a prevenção no geral, sobretudo aos exames que previnem o câncer de próstata e que são campanhas como o Novembro Azul que encoraja esse público a se cuidar.

No Brasil, um homem morre a cada 38 minutos devido ao câncer de próstata, segundo os dados mais recentes do Instituto Nacional do Câncer (13.772 casos/ano). A doença representa 28,6% dos casos de câncer no homem, excetuando-se os tumores de pele não melanoma. Não é possível preveni-la, mas o diagnóstico precoce está relacionado com a diminuição da mortalidade.

 

 

Coordecom-Patos