Ricardo ironiza Cartaxos: \\\"Não posso pegar um irmão que está sem fazer nada e colocar como governador\\\"

O governador Ricardo Coutinho (PSB) fez análise irônica, nesta quarta-feira (8), sobre a candidatura de Lucélio Cartaxo (PV) ao Governo do Estado. Segundo o socialista, o governo não é uma brincadeira em que se coloca qualquer pessoa para administrar, e avaliou que este é o cenário que se desenhou em torno da candidatura de Lucélio, que é irmão do prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PV), e nunca ocupou nenhum cargo eletivo em sua carreira política.

“Eu não posso achar que o governo é algo da minha família. Eu não posso pegar um irmão meu, por mais que eu goste dele, e achar que ele está sem fazer nada e tentar colocar ele como governador de um estado, de um estado que tomou essa proporção, tomou essa estatura, isso não é brincadeira. Você não pode pegar três famílias em um estado, se juntar as três e achar que vai voltar uma época que o estado era uma espécie de uma pizza”, disse.

Ricardo também pontuou que a eleição de outubro será fundamental do ponto de vista de avaliar se a Paraíba quer ou não continuar com o progresso, e acrescentou que acredita na eleição de todos os componentes da chapa majoritária encabeçada por João Azevêdo (PSB).

“O Brasil quebrou e a Paraíba continuou em pé, seguindo adiante. Eu acho que essa eleição é plebiscitária. Quem achar que a Paraíba está no caminho certo, jamais vai arriscar dar o poder a quem não tem condições de governar, porque governar não é brincadeira. Eu creio em uma grande vitória de João Azevêdo, de Luiz Couto e de Veneziano. Eu creio nisso”, destacou.

 

 

Blog do Gordinho