Banne 01

Empres√°rio Andrin Justino se destaca no abastecimento de √Āgua na cidade de Teixeira

Segundo o empres√°rio, a vontade de ajudar √© imensa, por√©m devido à falta de condições para atender todos que o procuram, √© preciso fazer um revezamento

Por Eduardo Rabêllo em 11/11/2023 às 10:10:01

Com um problema crônico de falta d"√°gua na cidade de Teixeira-PB, a população local sofre h√° anos com a escassez do l√≠quido precioso, artigo de luxo para o povo teixeirense hoje, seria √°gua nas torneiras. O problema vem se agravando a medida que o tempo passa, os √ļltimos mananciais os quais são extra√≠dos os tanques colocados nos carros-pipa, vão baixando o n√≠vel de carga e o problema vai tomando dimensões incontrol√°veis.

Diante deste cen√°rio, o empres√°rio teixeirense Andrin Justino, propriet√°rio do Lojão do Agricultor, tem se comovido com tal situação, e tem feito a diferença, neste momento tão cr√≠tico, o qual atravessa a cidade e em especial, sua população mais carente. Em contato com o nosso site, ele revelou o quão calamitosa est√° a situação do povo daquele munic√≠pio, tanto na sede como na Zona Rural. Ele disse que mesmo tentando atender a todos que o procura, não tem como dar conta de tamanha demanda, porém não deixa de ajudar dentro de suas possibilidades.

"Eu vivo muito preocupado com a nossa população, pois o que estamos passando hoje em Teixeira com relação a abastecimento de √°gua é um caso extremo. Eu tenho um poço que tem uma ótima vazão de √°gua, o poço é dentro da cidade, também tenho meus caminhões que atendem minhas viagens da empresa, mas coloquei um tanque em um deles e transformei em carro-pipa. Eu me sinto comovido em imaginar fam√≠lias, sem √°gua, sem o b√°sico que é √°gua para beber, cozinhar, tomar banho e usar pelo menos para o mais simples. Vendo esse cen√°rio com essa triste realidade, sempre cedo alguns carros d"√°gua para algumas pessoas que me procuram e me pedem", explicou.

Ainda de acordo com o empres√°rio, a vontade de ajudar é imensa, porém devido à falta de condições para atender todos que o procuram, é preciso fazer um revezamento e tentando ajudar a todos. Em se falando em n√ļmeros, Andrin relatou que em média mensal seu carro-pipa chega a entregar 150 cargas d"√°gua entre cidade e zona rural, tudo isso a custo zero para quem solicita e ele consegue atender.

Questionado se o poder p√ļblico est√° atuando para tentar solucionar o problema, o empres√°rio afirmou que em determinadas semanas, ele sozinho chega a doar mais carradas de √°gua do que a própria prefeitura de Teixeira. Principalmente quando acontecem os problemas mec√Ęnicos nos caminhões.

"Eu faço isso porque a minha condição permite, porém o poder p√ļblico poderia agir muito mais que eu, que faço com recursos próprios. Sei que é importante os caminhões que trabalham para a prefeitura, porém, não est√° dando conta da grande demanda, da precisão que o povo de Teixeira tem hoje, poderia ser feito muito mais, porque estamos falando de um problema grave, não se pode viver sem √°gua, principalmente no Sertão da Para√≠ba", frisou ele.

Finalizando seu contato com o Sertão Pol√≠tico, Andrin fez um apelo para as autoridade pol√≠ticas, especialmente aqueles detentores de mandatos dado pelo povo, para que se mobilizem, busquem soluções, trabalhem em prol do povo que tem sede e t√° perdendo a esperança na classe pol√≠tica. "É preciso que as autoridades, os pol√≠ticos que t√™m mandatos dados pelo povo, se mobilizem, ajam r√°pido e busquem uma solução, o povo t√° necessitado. Esse mesmo povo que tem sede, vai perdendo a esperança nos pol√≠ticos, pois na hora de ajudar de verdade, se tem muita promessa e poucas ações", concluiu Andrin.

Da Redação com Assessoria

Comunicar erro
Banne 02

Coment√°rios

Banne 03